domingo, 21 de abril de 2019
AMOR EXIGENTE

3º Princípio Ético Familiar:

15/04/2019
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

3º Princípio Ético Familiar: Ser fiel, honesto e verdadeiro na vivência e na transmissão da proposta de vida de sua família.
Em sintonia por uma proposta de vida.
O terceiro princípio ético (deveres do homem e da mulher para com a sociedade) do Amor-Exigente projeta o sentido de que alguém deve “ser fiel a uma proposta de vida para consigo e de sua família”, nos deixando uma pergunta a ser formulada: qual proposta de vida? Em decorrência da primeira pergunta, podemos formular uma segunda: que referência deve-se seguir para a elaboração da proposta de vida? Clareando as perguntas, vamos encontrar respostas nos princípios de AE, servindo-nos como reflexão e ponto de partida para a constituição de um projeto de vida.
O AE, com seus imprescindíveis sentidos, é um consistente parâmetro para sensibilização e revisão dos elementos existentes no sistema familiar. O Programa, com seus Princípios Básicos e Éticos, nos orientará na vivência, comunicação e relação entre os participantes, nos levando a uma elevada revisão de valores, crenças, esquemas, hábitos, comportamentos e adoção de novos padrões para si e para o sistema familiar.
A Proposta é riquíssima em termos de Princípios norteadores para a elaboração de uma proposta de vida. Em uma reflexiva leitura da teoria do AE, encontraremos uma bússola que nos orientará na construção de nosso objetivo, precisamente, o sentido da palavra contido no oitavo princípio do AE – DEFIFOREX – o qual se tornará uma rica baliza na formulação de um projeto de vida – frente a inadequados comportamentos presentes no sistema familiar, entre eles, o uso abusivo de álcool e outras drogas.
Antecipadamente, a proposta de vida a ser elaborada – composta por diversas etapas – deve ser discutida e analisada por todos os membros do grupo familiar. Vai uma sugestão: os familiares podem começar por uma análise minuciosa sobre elementos de sentido negativo presentes no contexto cultural da família (raízes culturais), cuja análise tem o objetivo de, uma vez detectados os elementos causadores de problemas, esses serão trabalhados e anulados do sistema familiar, adotando-se um processo de revisão. Serão discutidos a estrutura da família (organização e interação entre seus membros), os valores norteadores da configuração da personalidade, tais quais: ação correta, justiça, honestidade, responsabilidade, respeito, verdade, coerência, disciplina, dignidade, limite, cooperação e amor. Rever normas e regras com relação ao funcionamento do sistema familiar, padrões de comportamentos; o papel de cada participante da família – suas funções em termos de responsabilidade, hierarquia, autoridade, solidariedade e cooperação.
Após o processo de revisão, discussão e definição de novos elementos que comporão o sistema familiar, o grupo deve elaborar um projeto de vida de forma consistente, projetando aos membros da família verdadeiros e firmes sentidos, os quais transmitam credibilidade e sentido de desenvolvimento, com rumo a novos padrões de comportamentos e busca de qualidade de vida. A proposta de vida deve ser referência para mudanças e vivência de todos os que compõem o grupo familiar, estabelecendo um novo contexto de organização, valores, cooperação e amor. Isto é "SER" Amor-Exigente, para si e para a sua família.