quinta, 22 de agosto de 2019
SITUAÇÃO ABSURDA EM GUAÍRA

Filho matou pai depois de discussão envolvendo dois litros de combustível em Guaíra - ENTENDA

14/08/2019
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

                                 A briga que culminou em um jovem de 18 anos matando o próprio pai no Distrito de Dr. Oliveira Castro, interior de Guaíra, na noite de ontem, começou por causa de dois litros de combustível. 

                                Segundo o delegado João Paulo Lauandos o homem tinha histórico de ser violento e abusivo e a briga que culminou na tragédia começou quando o filho que cometeu o crime e o irmão mais novo teriam comprado dois litros de combustível para a moto de um amigo.
                                "O pai não gostou dizendo que era um desperdício. Por conta desta mesma situação a mãe chegou a ser agredida e apresentava alguns arranhões".
                                O filho detido disse que tinha a arma e agiu no calor da discussão. A vítima foi atingida no peito, ombro e pescoço e a perícia ainda não concluiu o número de disparos. Testemunhas relataram que a arma, uma pistola 9 milímetros, foi levada para o jovem por dois outros rapazes de moto.
                                "Por mais que o pai era um homem abusivo entendo que a situação não foi de legítima defesa. Se ele havia agredido a mãe com arranhões, foi desproporcional disparar contra o home que estava desarmado".
                                Segundo o delegado, o homem respondia inquéritos por situações de violência doméstica; já o filho havia completado 18 anos há pouco tempo e não tinha passagens pelo setor policial
                                O jovem preso em flagrante disse que havia comprado a pistola por R$ 5 mil. (CGN).