quarta, 17 de agosto de 2022
CRÔNICA

Senhor bendiga minha alma

24/06/2022
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

Pr. Pedro R. Artigas
Igreja Metodista

Uma de nossas maiores dificuldades é reconhecer que Deus é Senhor Vivo sobre todos nós, apesar de estudar, conversar e procurar saber porque nós temos como verdadeiro que Deus está nos céus e longe de nós sua criação e que por estar distante não consegue nos ouvir e nos atender nos momentos de nossas maiores necessidades.
Seria porque Jesus foi assunto aos céus? Será porque não conseguimos ver ou saber onde está o seu Reino? Creio que poderíamos escrever toda esta folha de papel só com perguntas desse tipo. Mas quando leio o texto bíblico, encontro uma outra realidade, vejo Deus falando com as pessoas, mostrando seu poder e sua Glória, como fez com Moisés, ou providenciando alimento como fez com o povo hebreu na caminhada pelo deserto e durante todos os quarenta anos nunca faltou o pão e a carne, e as roupas não se puíram e nem as sandálias se desgastaram.
Ou quando Elias após enfrentar o rei Acabe, fugiu e ficou na floresta por 3 anos até nova ordem para voltar. Vemos as situações que pareciam impossíveis aos olhos humanos e Deus agiu prontamente alimentando ou guardando a vida de seu povo. E isto não é diferente hoje em nossos dias.
Quando olhamos para a Bíblia encontramos o rei Davi, agradecendo a Deus por sua vida, e proclamando as misericórdias do Senhor. O salmo 103 em seus primeiros versículos proclama essa maravilha, leiamos: “bendiga, minha alma, o Senhor, e tudo o que há em mim bendiga o seu santo nome. Bendiga, minha alma, o Senhor, e não se esqueça de nem um só de seus benefícios”. Se lermos o versículo 5 veremos a declaração poderosa de Davi: “é ele quem enche de bens a sua vida, de modo que a sua mocidade se renova como a da águia”.
Davi conhece bem o poder de Deus, pois de pastor de ovelhas de seu pai, ao reinado só mesmo por ação divina. De jovem pastor a herói da nação quando matou o gigante Golias com uma pedra bem colocada, só por ação divina. Então fica uma pergunta, será que estas maravilhas só aconteceram à Davi? Aconteceriam conosco agora nos tempos atuais? O que é necessário para que isto possa ocorrer?
A resposta pode ser a seguinte, tudo que aconteceu a Davi pode e deve acontecer conosco, mas para que isto ocorra, é importante que nosso relacionamento com Deus seja o mais verdadeiro possível, que sejamos obedientes a toda palavra, que sejamos cumpridores dos mandamentos deixados para nossa vida.
Davi nos ensina que devemos bendizer ao Senhor por todos e tudo que nos acontece, e ao bendizer não devemos nos esquecer de um só benefício concedido por Deus a nós. Há uma música que diz: “Não tenha sobre ti, um só cuidado qualquer que seja, pois um, somente um, seria muito para ti. É meu, somente meu, todo trabalho, E o teu trabalho é descansar em mim, é meu, somente meu, todo trabalho, E o teu trabalho é descansar em mim”.
Esse descansar cantado nesta música é viver sob a manifestação de Deus, vejamos o versículo 3: “ele é quem perdoa todas a suas iniquidades; quem cura todas as suas enfermidades”. Perdoar nossas iniquidades, é tirar de nós todas as ações erradas que praticamos, que são contrarias a moral e a nossa prática religiosa. Despois ele diz cura todas as nossas enfermidades, enfermidade é diferente de doença. Doença é nosso corpo, mas enfermidade é nossa alma, nosso psique alterado que nos induz ao erro, e adoenta nosso corpo. Então Davi afirma que Deus cura nossas enfermidades, em outras palavras ele tira de nós o mal que nos traz a doença física e atrapalha nosso desenvolvimento como humanos.
E a nossa prática deve ser então a de bendizer esse Deus maravilhoso que nos cura e nos devolve a vida plena. É obedecer ao Senhor e ser fiel, porque Ele é fiel a nós. Pense nisto. Shalom.