terça, 24 de maio de 2022
SEIS HORAS DE TENSÃO

Veja prováveis caminhos da onça parda que parou Goioerê na sexta-feira

22/01/2022
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

 

Depois que foi capturada a onça parda que se alojou em um corredor nos fundos da Imobiliária Atlântica, no centro de Goioerê, na sexta-feira, 21, a pergunta que se faz é: Como a onça chegou até aquele local. Há duas respostas viáveis.

Uma delas é a de que a onça tenha saído da mata da estação de captação da Sanepar, nos fundos do Jardim Colina Verde, e tenha se deslocado até o centro da cidade. Ela teria entrado no estacionamento da Copacol e pulado para os fundos de quintais, chegando até o quintal da imobiliária, de onde não havia como ele pular adiante.

Outra possibilidade é a de que a onça tenha margeado o Arroio Schimidt, vindo da mata ciliar da Água Bela e subido a Avenida Moisés Lupion, pulando os quintais atraído por cheiro de comida,

A verdade é que a população de onças tem aumentado bastante nos últimos anos e não há alimentação suficiente, o que faz elas se aproximarem das cidades, fenômeno este que vem sendo registrado em todo o Paraná. Em Goioerê mesmo, há duas semanas, uma onça foi avistada em uma propriedade rural, perto de residências.