terça, 18 de janeiro de 2022
FAÇA UM CHECK UP

Comece o ano com a saúde em dia; faça um check up regularmente

13/01/2022
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

O começo do ano é uma ótima época para cuidar da saúde. Fazer check-ups é a base da chamada medicina preventiva, fundamental para o rastreamento precoce de doenças.
A Clínica Prestar está atendendo para fazer os agendamentos, com planos especiais para associados e horário diferenciado. Agende sua consulta através do (44) 3522-6432 ou 99846-0063.
O primeiro motivo para a realização do check-up é ter consciência da importância do cuidado consigo mesmo. Estar em dia com a sua saúde reduz o estresse, a ansiedade e é um estímulo para a realização de planos e projetos de futuro.
Nem sempre o corpo envia sinais de que não está tão bem assim quanto parece. Muitas doenças são assintomáticas, ou seja, não apresentam sintomas aparentes. Por isso a importância de fazer um acompanhamento médico constante.

HISTÓRICO FAMILIAR
Conhecer o histórico de saúde familiar é o primeiro passo para a prevenção e a detecção antecipada de doenças. Pessoas que possuem casos na família de doenças cardiovasculares, câncer e diabetes, por exemplo, podem ter maior chance de também desenvolverem essas enfermidades. Nesses casos, a avaliação deve começar cedo, e a realização do check-up uma vez por ano é de extrema importância.


IDADE AVANÇADA
A prevenção é importante em qualquer idade mas, para quem já passou dos 40, ela é ainda mais essencial. Isso porque, com o avançar dos anos, todo o corpo se transforma: o sistema imunológico fica mais vulnerável, assim como a capacidade de recuperação do corpo, tornando a pessoa mais propensa a desenvolver doenças. Nesse momento, procurar um geriatra pode ser a melhor escolha, pois esse médico tem como foco justamente a prevenção e o tratamento de doenças associadas ao envelhecimento do paciente.

SAÚDE DA MULHER
Além dos exames de rotina, as mulheres também precisam ter atenção redobrada com as especificidades do seu corpo. O sistema reprodutivo geralmente é o que mais preocupa. Para isso, devem ser realizados anualmente exames como o papanicolau, que identifica alterações no colo do útero, e o ultrassom endovaginal, que permite a avaliação dos órgãos da região pélvica. Já a mamografia, que avalia alterações nas glândulas mamárias, é indicada para mulheres acima dos 40 anos, com exceção daquelas que já possuem histórico de doença na família, que devem começar aos 30.
A maioria desses exames é realizada de forma rápida, ágil, segura e exige procedimentos de preparo simples, que afetam pouco a rotina do paciente.