segunda, 14 de junho de 2021
EVANGELHO DE DOMINGO

JESUS SOBE AOS CÉUS NOS MOSTRANDO O SENTIDO PROFUNDO DE NOSSA VIDA

16/05/2021
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

Pax Domini sit semper vobiscum!

Jesus sobe aos céus diante de seus discípulos pelo seu próprio poder de Filho de Deus para nos mostrar que seus valores são permanentes e que não devemos nos apegar com as coisas transitórias desta vida. Se o mundo refletisse mais sobre esta realidade certamente seria bem melhor. As pessoas iriam se respeitar mais, fariam o possível para viverem a solidariedade. Não teríamos pessoas que sofressem males que são causados pela ganância do homem que pensa ser o autor da felicidade.

OREMOS: Ó Deus todo-poderoso, a ascensão do vosso Filho já é nossa vitória. Fazei-nos exultar de alegria e fervorosa ação de graças, pois, membros de seu corpo, somos chamados na esperança a participar da sua glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo na unidade do Espírito Santo. Amém.

EVANGELHO (Mc 16, 15-20):
Naquele tempo, Jesus se manifestou aos onze discípulos, e disse-lhes: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura! Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer será condenado. Os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas; se pegarem em serpentes ou beberam algum veneno mortal, não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados”. Depois de falar aos discípulos, o Senhor Jesus foi levado ao céu, e sentou-se à direita de Deus. Os discípulos então saíram e pregaram por toda parte. O Senhor os ajudava e confirmava sua palavra por meio dos sinais que a acompanhavam.

O Senhor Jesus foi levado ao céu. Os discípulos então saíram e pregaram por toda parte.

Jesus sobe ao Pai para que o Espírito Santo venha completar a obra de salvação da humanidade. O mistério do cristianismo se resume nas constantes “baixadas de Deus” em direção ao ser humano e da tentativa deste de subir ao eterno. O mundo só poderá ser melhor quando colocarmos em prática os ensinamentos de Jesus. Estamos nos preparando para a grande celebração de Pentecostes que irá nos recordar da força de amor de Deus que permanece conosco para não errarmos em nossa opção.
A vivência e a prática do amor é o maior desafio que temos como cristãos dentro do mundo. Jesus transmite o amor do Pai e nos envia o Espírito Santo. Toda espiritualidade cristã é “Cristocêntrica” e “Trinitária”. Tem como centro Jesus Cristo, o Filho de Deus que nos revela o Pai nosso Criador e nos envia o Espírito Santo responsável pela amorização que deve acontecer em nossa vida. Esta amorização é a ação básica do cristão que pela força do Espírito Santo transforma a realidade de sua vida concreta.
Só iremos amar se nos considerarmos amados. O primeiro desafio na prática do amor é a experiência do mesmo em nossa vida. Quando praticamos os mandamentos do Senhor estamos dentro de seu plano de amor. O que se torna para nós a verdadeira fonte de alegria e felicidade. O ser humano hoje não é feliz porque vive afastado de sua originalidade. Está longe de seu próprio centro.
Quando nos sentimos verdadeiramente amados, passamos a amar os nossos semelhantes em um amor desinteressado. Talvez por esta razão que nós cristãos não somos aceitos pela sociedade consumista. Quanto mais próximos estivermos do amor de Deus mais afastados estaremos dos falsos valores do mundo.
Jesus deu sua própria vida para nos salvar. A nossa consagração batismal é uma espécie de doação a todos os nossos semelhantes. O cristão vive sua fé no altruísmo. Sempre direcionando sua vida para o bem do próximo. Talvez por isto não somos entendidos pela sociedade que tem base no egoísmo na lei da oferta e da procura.
Jesus oferece sua amizade a partir do momento que tentamos concretizar em nossa vida os mandamentos de Deus que tem como objetivo a nossa verdadeira realização. Quando vivemos uma vida de oração, aumentamos o nosso grau de amizade com o Senhor. O verdadeiro amigo não mede esforços para a realização do outro. Jesus deu sua própria vida para nos salvar. Não existe maior prova de amor do que este gesto radical. Devemos cultivar a presença de Deus através de nossa amizade com Jesus. Ver os seus valores e colocá-los em prática.
Para concretizarmos a vontade de Deus em nossas vidas, precisamos superar nossos próprios egoísmos. Estarmos sempre atentos ao que optamos essencialmente no decorrer de nossa vida. Nós nos transformamos naquilo que amamos. A paz que Jesus nos oferece é diferente da paz do mundo que busca sua satisfação na superficialidade. A fonte da alegria está na certeza do amor que Deus sente por nós, independente de nossas limitações.
A experiência com Jesus sempre nos leva ao anúncio do Evangelho. Não podemos ficar olhando para o alto sem procurarmos uma transformação concreta de nossa realidade. O cristão é chamado, como todo ser humano, a prática do bem dentro da realidade onde se encontra. Deve amorizar os ambientes. Levar o amor aonde não existe amor. Fazer que o mundo seja mais altruísta do que egoísta.

Senhor Jesus fazei que olhemos para as coisas do alto para podermos transformar a realidade das coisas do mundo.”

Rio Grande RS, 10 de maio de 2021.

Visite meu blog: www.padregiribone.blogspot.com

"Deus nos ama acima de nossas limitações".
A Obra Missionária de Evangelização e Acolhida Social Virgem do Carmo Peregrina é uma comunidade de vida localizada na cidade de Rio Grande RS. Tem como carisma o Cultivo da Presença de Deus e a Efusão do Espírito Santo vividos na Oração e na Vida Fraterna. Somos um grupo de cristãos católicos que procuramos ajudar como missionários nos locais mais desprovidos de evangelização. Também temos como ideal ajudar os mais necessitados especialmente as crianças, os dependentes químicos e os encarcerados com suas famílias.
VOCÊ TAMBÉM PODE FAZER PARTE DESTA OBRA!
1. Envie esta mensagem a todos os seus amigos...
2. Imprima esta mensagem para as pessoas que não tem acesso a Internet...
E NÃO SE ESQUEÇA:
1. Celebração Eucarística.
2. Sacramento da Reconciliação.
3. Adoração ao Santíssimo Sacramento.
4. Leitura Orante da Palavra de Deus.
5. Devoção a Virgem Santíssima.