domingo, 13 de junho de 2021
PAPO SÉRIO

O TESTE DA PANCADA

16/05/2021
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

Um ator de renome no meio Cristão, Max Lucado, escreveu sobre a forma como um oleiro testa seu trabalho. Quando ele tira um vaso do forno, ele “dá pancadas” nele. Se o som for bom e retumbante – se o vaso “canta” – ele está pronto. Mas se houver apenas um som “surdo”, o vaso é colocado de novo no forno. Como escreveu Max, o caráter de uma pessoa é também testado por meio de pancadas:

Chamadas telefônicas tarde da noite. Professor enfadado. Mães irritadas, filhos birrentos, cônjuge azedo, chefe mau humorado. Comida queimada. Pneus furados. Pandemia. Desemprego. Estas são exemplos de pancadas. As pancadas são inconveniências irritantes que desencadeiam o pior em nós. Elas nos apanham de surpresa. São importunas. Elas não são suficientemente grandes para serem crises, mas se forem reiteradas, fique alerta! Jesus disse que da natureza do coração o homem fala . Não há nada como uma boa pancada para revelar a natureza do coração. O verdadeiro caráter de uma pessoa não é visto nos gestos heróicos momentâneos, mas nas batidas monótonas diárias da vida.

Como você reage às “pancadas” – as batidas e golpes e provações da vida? Você canta? Ou emite um som surdo? Sua reação depende em grande parte de que é feito seu “vaso” – o que está em seu coração, como Jesus disse.Mas mesmo se você tiver a tendência de soar surdo mais do que cantar, anime-se. Há esperança. Podemos aprender com as pancadas, é aí que está as maiores lições e crescimento. Nenhuma pancada é um desastre. Todas as pancadas funcionam para o bem, se estivermos conectados com Deus.
Reflita sobre isso. Que Deus abençoe ricamente seu final de semana


Luci Alvino Kniphoff da Silveira - Líder da UDF, Coach Pessoal e Vereadora