segunda, 10 de agosto de 2020
PAPO SÉRIO

DAR HONRA A QUEM TEM HONRA

01/08/2020
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

Não podíamos falar de outro assunto senão das mães, já que domingo é comemorado o seu dia.
Como será que começou essa história, de todo o segundo domingo do mês de maio comemorarmos o dia das mães. Quem teve a ideia foi uma moça chamada Anna Jarvis que organizou o primeiro dia das mães numa Igreja Metodista, em Grafton, Virgínia do Oeste, Estados Unidos. E de lá para cá muitos milhões de pessoas enviam flores, dão presentes, levam a um restaurante ou pelo menos enviam um cartão para suas mães.
Para muitos, porém, tais comemorações se tornaram uma espécie de obrigação, devido ao seu cunho um tanto comercial. Mas acredito que de fato as mães (e me incluo nisso) merecem essas homenagens, pelo menos uma vez no ano.
Os esportistas, especialmente os melhores, os heróis, são festejados e muito bem pagos por suas habilidades.
Os artistas em geral são badalados, sendo os melhores deles sempre premiados e entrevistados. É a sua glória.
Soldados e policiais são agraciados com medalhas de condecorações, por atos de coragem e heroísmo. Os bons empregados recebem elogios, promoções e aumento de salário por sua dedicação e tempo de serviço.
E as mães, como ficam... será que esse povo chegaria a algum lugar se não fosse uma mãe amando, cuidando, dedicando tempo, sofrendo, lutando, a ponto muitas vezes de perder sua própria saúde e até sua vida. Se ainda existe alguma coisa boa nesta terra é por causa das mães, ela é nada mais nada menos do que o Espelho de Deus. Se você que lê esta mensagem for mãe, sinta-se agraciada especialmente por Deus, receba o abraço dele, se você for filho ame e valorize um pouco mais sua mãezinha, ela com certeza merece. Saiba que tristeza, solidão, abandono mata mais do que o covid-19. O tempo é esse.

Deus abençoe a todos e Feliz Dias das Mães.
Luci Alvino Kniphoff da Silveira – Líder da Universidade da Família e Coach