quarta, 26 de junho de 2019
CRÔNICA

Domingo de Ramos

15/04/2019
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

Pr. Pedro R. Artigas
Igreja Metodista

Neste domingo iniciamos as comemorações da Ressurreição. A Páscoa judaica deste ano coincidentemente também será no mesmo final de semana, somente que sua comemoração é no sábado dia 20, e marca a saída do Egito.
E este domingo comemoramos os festejos da Entrada Triunfal de Jesus em Jerusalém, mostrando sua humildade perante sua criação, e como nos ensina o apóstolo Paulo em Filipenses capítulo 2, versículos 6 e 7: “Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens”.
Ele entra em Jerusalém montado em um jumento, não em cavalo que seria próprio da realeza, Ele o Senhor da criação se veste de criatura para que nós tivéssemos novamente a vida que nos foi tirada por ocasião do pecado de Adão. E como comemoramos estas festas de grande importância para todos os cristãos? Vibramos com os feriados, pois podemos nos afastar do trabalho, realizar grandes festas e nos embebedar, e ainda por cima enchermos nossos filhos de falsidade, com afirmações de que coelho bota ovos, e no cúmulo de nossa mentira dizemos que bota ovos de chocolate, embalados fantasticamente.
E nos esquecemos do sacrifício feito pelo Criador na pessoa de Jesus.
Agimos tão falsamente como aqueles homens e mulheres que se reuniram na entrada da cidade para saudá-lo e dias após mandar soltar a Barrabás e crucificá-lo. Choramos durante um filme que mostra seu sacrifício, mas não vivemos de modo digno de sua ressurreição. Lemos o texto bíblico, mas não o entendemos, porque o lemos como uma estória e não como um modo de vida.
Buscamos sua palavra como se busca o horóscopo, abrindo a Bíblia e procurando o que mais nos agrade. Ser cristão não é somente ler, ou ir a igreja nos finais de semana, mas é procurar viver a intensidade da fé e da vida. É obedecer a suas leis e mandamentos. É procurar ensinar aos filhos a fé e a obediência. Josué em seu livro no capítulo 24, versículo 15, nos ensina de modo enfático como devemos seguir ao Senhor: “Se, porém, não agrada a vocês servir ao Senhor, esco¬lham hoje a quem irão servir, se aos deuses que os seus antepassados serviram além do Eufrates, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra vocês estão vivendo. Mas eu e a minha família servi¬remos ao Senhor".
É esse servir que devemos realizar em nossas vidas todos os dias, e o livro de Deuteronômio no capítulo 11, versículo 18 e 19, o próprio Senhor fala por Moisés ao povo dizendo: “Gravem estas minhas palavras no coração e na mente; amarrem-nas como símbolos nas mãos e prendam-nas na testa. Ensinem-nas a seus filhos, conversando a respeito delas quando estiverem sentados em casa e quando estiverem andando pelo caminho, quando se deitarem e quando se levantarem”. Quando assim procedemos nossa casa tem melhor vida, nosso trabalho é mais prazeroso, e tudo o que fizermos será próspero, segundo o Salmo 128, versículo 2: “Você comerá do fruto do seu trabalho e será feliz e próspero”.
A entrada Triunfal de Jesus tem todos esses significados basta que se tome posse e viva segundo suas leis, mandamentos e ordenanças. Festeje no Senhor esse início da Semana chamada Santa, e sinta todo o amor de Cristo em sua vida. Shalom.