quarta, 11 de dezembro de 2019
PSICOLOGIA EM FOCO

DEPRESSÃO DE FIM DE ANO

02/12/2019
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

As festas de fim de ano também representam, para muitas pessoas, um período de muita angustia, de muita ansiedade, pois é o momento quando algumas pessoas sentem que tem a “obrigação” de serem felizes. Um sentimento de que se ela não estiver com a mesma alegria das outras pessoas então é sinal de que há algo muito errado com ela. Muitas pessoas não entram no famoso “espírito natalino”, não sentem a mesma a alegria que imaginam nas outras pessoas. Este sentimento de falta de entrosamento com o que seria esperado é mais ou menos o mesmo sentimento que aparece em algumas pessoas na sexta feira à noite, “Vou pra casa sozinho, quando tem tanta gente se divertindo, eu estou aqui sozinho!”.
O mesmo acontece com o natal, parece que existe um “complexo de período perfeito” em que se é obrigado a ser feliz, mas qualquer obrigação oprime. É por isso que no período de natal, ano novo, festas em geral é ao mesmo tempo um período que as pessoas esperam ansiosamente, mas ao mesmo tempo temem, sentem depressão, alguns passam por um verdadeiro terror fazendo contagem regressiva esperando a hora de isso tudo acabar e poder voltar à rotina normal. Tudo devido à ansiedade e medo sobre o que vai acontecer, ou o que não vai acontecer, este é o ponto principal, a frustração de não acontecer nada, não receber amigos, não receber presentes, não se perceber importante pra ninguém.
As festas de fim de ano não representam necessariamente apenas alegria, para muitas pessoas torna-se um período de muita angustia e muita ansiedade, pois pode ser o momento que estas pessoas sentem que tem a “obrigação” de serem felizes quando na realidade não consideram que tem motivos para isso. Inunda um sentimento de que se ela não estiver com a mesma alegria das outras pessoas, então ele interpreta como sinal de que há algo muito errado com ela.
Esta depressão de fim de ano pode ser canalizada de forma positiva e utilizada para que se reveja o que esta pessoa está fazendo de sua vida. Será que não passou o ano todo desperdiçando oportunidades para criar laços de amizade que valerão a pena ser comemorados no natal? Não será este o grande momento para aprender a lidar de forma diferente com a própria vida?

Camila Lemes Alves
Psicóloga Clínica e Organizacional
Hipnose Clínica
CRP 08/12747
(44) 999706876