domingo, 08 de dezembro de 2019
PAPO SÉRIO

A REJEIÇÃO E A SUA PERCEPÇÃO

02/12/2019
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte


Se você tem uma raiz de rejeição em sua vida, provavelmente aprendeu a responder às coisas da forma que Deus nunca planejou. Por exemplo, se entra num local e não lhe dão atenção imediata, você assume que todas as pessoas naquele lugar não gostam de você. Você se sente rejeitado simplesmente porque percebeu que não recebeu atenção. Agora, na verdade, isso pode ser a coisa mais distante da realidade. É totalmente possível que as pessoas na sala simplesmente não tenham notado que você chegou!
Como uma pessoa com raiz de rejeição em sua vida tenta nos pressionar a dar-lhe atenção ou o suporte que ela quer, a tendência natural e tentarmos realmente dar-lhe isso. Pensamos que estamos ajudando e abençoando, mas, se não atentarmos para a direção de Deus, nossa atitude pode ser a última coisa de que a pessoa realmente precisa. Ao tentarmos lhe dar o que quer, podemos estar mantendo-a presa aos seus problemas bem mais tempo do que ficaria de outra forma. Com o objetivo de ser livre, devemos deixar que Deus tire o seu “apoio”. Isso pode fazê-la sentir-se muito insegura e desconfortável por um tempo, mas é necessário. A cura envolve dor! O amor real não aliviará a dor, caso a atitude de “enfrentar” signifique melhora a longo prazo.
Uma pessoa com raiz de rejeição não se sente bem a respeito de si mesma. Ela está operando com uma deficiência emocional, não aprendeu que seu valor. É baseado naquilo que ela é em Cristo, e não na forma como outras pessoas reagem a si.
Uma das coisas que digo às pessoas nas minhas palestras é: “Não deixe que a maneira como as outras pessoas o tratam determine seu valor. Você deve crescer até ser confiante o suficiente para crer que tem dignidade e valor. Se outras pessoas não pensam assim, elas é que estão com problemas”.
Isso não significa que não temos coisas erradas conosco ou que não precisemos mudar! Mas, se tudo o que basta para o diabo destruir nosso valor é encontrar alguém que nos rejeite, então estaremos em grandes problemas. Sempre haverá aqueles que não gostam da forma como fazemos as coisas. Repito: Não deixe que a opinião de alguém determine o seu valor.
Devemos deixar que Deus remova as percepções erradas que colorem nosso pensamento e substituí-las por percepções corretas e divinas a respeito de nós mesmos e dos outros.


Um abraço a todos e tenham um excelente final de semana.

LUCI ALVINO KNIPHOFF DA SILVEIRA – Líder da UDF e Coach