domingo, 14 de abril de 2024
VEJA PROGRAMAÇÃO

Copacol Agro 2024: lançado o evento da família cooperada

02/04/2024
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

É hora de ajeitar o chapéu, colocar as botas e apertar a fivela para acompanhar mais uma edição do Copacol Agro, no Oeste do Paraná. A edição de 2024 acaba de ser lançada e tem presenças confirmadas de nada mais e nada menos que José Roberto Ricken, engenheiro agrônomo e presidente da Ocepar (Organização das Cooperativas do Estado do Paraná); Gustavo Loyola, doutor em economia pela Fundação Getúlio Vargas, presidente do Banco Central por dois mandatos eleito economista do Ano 2014; e Marcos Jank, engenheiro agrônomo professor do Centro Insper Agro Global.

CLIQUE AQUI E RECEBA NOTÍCIAS DO GOIONEWS EM SEU WHATSAPP

Com foco em geração de conhecimento e oferta de tecnologia de ponta, o Copacol Agro será realizado no Centro de Pesquisa Agrícola nos dias 7, 8 e 9 de maio, em Cafelândia, cidade sede da Copacol, a Cooperativa Agroindustrial Consolata, que ano passado alcançou um faturamento de R$ 9,8 bilhões, com pagamento de sobras recordes de R$ 165,4 milhões aos 8,4 mil cooperados. Com presença em 70 países, a Cooperativa se consolida como uma das maiores do Brasil, com 16 mil colaboradores. 

“Mais uma edição do Copacol Agro chega para trazer um panorama das nossas atividades. A vocação do nosso evento é capacitar nossos cooperados para que eles possam melhorar desempenhos e tomar decisões seguras, proporcionando segurança e eficiência em nossas atividades. Estamos com convidados de elevado conhecimento, que vão compartilhar experiências que serão disseminadas nas propriedades”, afirma o diretor-presidente da Copacol, Valter Pitol.

Com 95 expositores de empresas, o Copacol Agro é realizado em uma área de 84 hectares do CPA, onde são desenvolvidos experimentos de produtos e análises de equipamentos, posteriormente recomendados aos cooperados. Serão realizadas ainda palestras exclusivas relacionadas as atividades de Avicultura, Suinocultura, Piscicultura e Bovinocultura de Leite.


 ATRAÇÕES - O evento começa dia 7, às 7h30, com a recepção das caravanas. No palco principal, às 9h, José Roberto Ricken, presidente da Ocepar, realiza apresentação sobre o “Desenvolvimento do Cooperativismo: Cooperação que Transforma Realidades; 10h os estandes estarão abertos para visitação. Às 14h30 será realizada a 12ª edição do TecnoTilápia, De olho na Tilápia: Do potencial genético aos resultados de campo, com a engenheira de Pesca, Daiane Cavalli Stella, e o doutor em Zootecnia Eric Costa Campos. Enquanto isso, no mesmo horário, no Estande Copacol, os avicultores participam de encontro com Diomar Roberto Barro, gerente técnico KOBRA, sobre “Qualidade da água aliada a performance do frango de corte” – a palestra está prevista para os três dias do evento, sempre às 14h30.


No dia 8, às 9h os cooperados terão uma análise privilegiada sobre a Economia em Tempos de Crise, com o economista Gustavo Loyola, diretor-presidente da Tendências Consultoria; 10h os estandes estarão abertos para visitação. Às 14h30 ocorre o Encontro Anual de Suinocultores com tema no Sucesso Sustentável: Como maximizar a eficiência e a lucratividade na suinocultura, com a médica veterinária da MDS Saúde Animal, Kialane Pagno.


Já no encerramento, dia 9, às 9h, o foco será O Brasil no Agronegócio Global: Desafios e Oportunidades, com o engenheiro agrônomo e professor, Marcos Jank; 10h os estandes estarão abertos para visitação. Às 14h30, os bovinocultores de leite participam de encontro sobre Oportunidades da porteira para dentro que garantem o sucesso da atividade leiteira, com o zootecnista Diego Magro, gerente regional da DSM-Firmenich.


PARTICIPAÇÃO - O evento está aberto para o público interessado: os visitantes podem percorrer os estandes e participar das palestras em todos os espaços, sem necessidade de inscrição. Para os cooperados, haverá transporte disponível: no primeiro dia, para Cafelândia, Nova Aurora e Melissa; segundo dia, Jesuítas, Iracema do Oeste, Carajá, Jotaesse, Palmitolândia e Assis Chateaubriand; no terceiro dia, para Formosa do Oeste, Central Santa Cruz, Goioerê, Universo, Bom Princípio, Palmitópolis, Brasilândia do Sul e Sudoeste do Estado. Para organizar as caravanas, os cooperados devem efetuar inscrição de transporte em suas respectivas unidades.