sexta-feira, 21 de junho de 2024
VIDA DOS SONHOS

Fui traída. Quero dar o troco!

17/03/2023
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

Você já foi traída, seja nos relacionamentos, no trabalho, nas amizades e deu troco?

Como você se sentiu quando foi traída?

Se sentiu melhor que a pessoa que traiu? Pior?

Na visão sistêmica podemos dar o troco de uma maneira que reequilibre a relação e aos poucos você pode seguir a sua vida tranquilamente e mais feliz, porque estamos considerando que as pessoas envolvidas são iguais. Para vivermos bem, precisamos equilibrar as três leis do amor conhecidas pelas constelações familiares, como Pertencimento, Hierarquia, e Equilíbrio entre Dar e Receber.

Quando alguma das pessoas em um relacionamento TRAI, é a Lei do Equilíbrio que é ferida, desequilibrada, perturbada.

Como isso funciona na prática: se eu RECEBO algo de alguém, do meu parceiro, algo POSITIVO, eu me sinto responsável em devolver algo, eu retribuo de volta, mas dando um pouquinho MAIS, isso reforça o amor e tem um excelente efeito na relação de casal. Cada vez mais estaremos envolvidos pelo amor e vivendo sob o efeito positivo nas nossas ações. Então, meu marido me ajuda com as crianças, eu aproveito e faço um jantar especial para ele, cozinho a sua comida preferida. Ele faz algo que eu valorizo muito e eu devolvo, contribuindo com algo que ele valorize muito, causando um desequilíbrio para o mais, para o positivo. Assim, o amor vai claramente florescendo.

Quando falamos de traição quem traiu se sente culpado, julgado como agressor e responsável exclusivamente pelo acontecido e quem foi traído se sente inferiorizado, vítima, indignado e até mais leve por acreditar que não tem responsabilidade pelo fato.

Pela visão sistêmica não é tão simples assim, são apenas pessoas que estão emaranhados e cada uma com suas dinâmicas, o que é importante perceber, é que SE AMBOS desejam permanecer na relação precisam encontrar um CAMINHO DE REEQUILÍBRIO.

Quem foi TRAÍDO precisa reequilibrar a relação CAUSANDO algum DANO ÀQUELE QUE TRAIU, sim, essa compensação NEGATIVA causa um desequilíbrio para o MENOS, a fim de se chegar em um ponto de neutralidade sobre o sentimentos de dor, até que esse ciclo seja concluído.

Então o princípio é : DEVE-SE FERIR UM POUCO MENOS.

Se a pessoa que foi traída pagar na mesma moeda, ela não terá desequilíbrio na relação, uma atitude dessas causará mais dor e ressentimento, continuando o ciclo de questões negativas e colocando um fim na relação de casal.
Exemplo: Quando uma mulher é traída, percebe que ainda EXISTE AMOR e ambos DESEJAM CONTINUAR A RELAÇÃO, mesmo parecendo muito difícil no início, por causa da mágoa, é possível reconquistar a confiança e o amor. Primeiro passo é que ela assuma e compreenda as questões que envolvem a dinâmica da traição, se responsabilize pelo 50% da parte que é sua na relação de casal, saia da postura de inocente, e deixe a revolta de lado, para analisar como DAR o TROCO SISTÊMICO. O troco sistêmico pode doer sim, no marido, mas um pouco menos. Se a pessoa que for dar o troco sistêmico se sentir superior para desequilibrar um pouco menos a relação e resolver fazer algo superior, maior, mais humilhante, a relação se torna inviável e o ciclo se perpetua. Parece simples, mas lembre-se que a ação não deve destruir o amor.

Uma solução, talvez seria comprar um carro novo para si própria, fazer uma viagem, comprar uma jóia, para que a ação desestabilize financeiramente o marido, lembre-se que homens pensam diferente das mulheres. Não quero parecer fútil, mas a relação do masculino com o dinheiro e amor é diferente do feminino.

TROCO SISTÊMICO não é vingança !
TROCO SISTÊMICO é ajuste de contas !
TROCO SISTÊMICO é feito por amor.

Para que funcione é preciso abrir mão da ingenuidade, vitimismo e ver no outro a importância dele comigo e na relação de casal, apagar as mágoas, esquecer o passado, recomeçar de onde pararam, respeitar a história que viveram e reconstruir uma nova com as experiências que tiveram.

Essa nova vida depende do entendimento de cada casal e que ambos percebam o que os levou para aquele momento e agora juntos DECISAM FAZER DIFERENTE. O casal tem uma nova oportunidade de serem felizes juntos. Referência : A simetria oculta do amor. Bert Hellinger


Se está difícil de viver o relacionamento de casal, lembre-se que você pode procurar ajuda.