sábado, 25 de junho de 2022
CRIME PASSIONAL

Esposa e amante são presos após tramarem morte do marido no Paraná

13/05/2022
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

 

A Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (13) dois suspeitos de envolvimento na morte de Silmonei Sluzala, que aconteceu no último sábado (7), em Irati, na região central do Paraná. A princípio o caso foi tratado como latrocínio – roubo seguido de morte – porém, segundo a polícia, as investigações apontaram para um homicídio qualificado por motivo passional.

Os presos pela polícia são a esposa de Silmonei e o amante dela. De acordo com a investigação, os dois são suspeitos de planejarem uma emboscada, que resultou na morte do homem. A vítima foi atingida por disparos de arma de fogo, na região da cabeça, e não resistiu.

A morte de Silmonei aconteceu no último sábado (7). Após um encontro na casa dos sogros, na região de Guamirim, na área rural de Irati, a vítima retornava para casa com a esposa e o filho de 9 anos. Entretanto, quando passavam pela Serra do Pirapó, encontraram galhos pesados de árvore no meio da rodovia.

O homem então parou o carro e tentou liberar a pista. Neste momento, um indivíduo encapuzado abordou a família e anunciou o assalto. Segundo a versão apresentada pela esposa de Silmonei, o criminoso pediu para que ela e a criança fugissem do local.

Enquanto a mulher e o filho correram em direção a casa dos pais, para pedir ajuda, o criminoso roubou pertences da família e disparou contra Silmonei. Quando os familiares retornaram ao local do crime encontraram a vítima inconsciente e com ferimentos por arma de fogo. Silmonei até chegou a ser encaminhado à Santa Casa de Irati, porém, não resistiu.

REVIRAVOLTA NO CASO

Após o crime, a Polícia Civil passou a investigar o caso e nesta semana houve uma reviravolta. Segundo a investigação, a esposa de Silmonei e o amante dela armaram esta emboscada com o objetivo de ferir o homem.

“Toda a emboscada que culminou para a morte da vítima foi arquitetada pela esposa da vítima e seu amante que, tentando encobrir a empreitada criminosa, planejaram a morte da vítima como latrocínio”, diz a investigação.

Durante as diligências nesta semana, o possível autor do crime se apresentou na delegacia policial e foi preso em flagrante por outro crime. Logo após, novas investigações foram realizadas e foi possível obter provas de que a morte também havia sido planejada pela esposa da vítima.

Com as informações recebidas do setor de investigação, a autoridade policial fez o pedido de prisão da esposa da vítima e de seu amante. O Poder Judiciário aceitou o pedido após parecer do Ministério Público, culminando na prisão da esposa da vítima ainda na noite desta sexta-feira (13).