quarta, 08 de abril de 2020
FINAL FELIZ

Moradora de Umuarama localiza mãe biológica e conhece irmã após mais de 20 anos

18/01/2020
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

                                     A moradora de Umuarama, Jackeline Barion, 23 anos, conseguiu ter notícias e conversar com a mãe biológica após divulgações feitas nas redes sociais e por vários sites da região. De acordo com a moça, o paradeiro da mãe foi descoberto após um rapaz da Organização Não-Governamental (ONG) Busca Brasil ajudar a menina, descobrir que a mãe mora em Sarandi atualmente e passar nomes de seus irmãos.
                                    “O homem que me ajudou disse que não sabia telefone nem localização da minha mãe, mas pesquisei o nome de um irmão meu no Facebook, entrei em contato com ele e pedi o contato da mãe dele, dizendo que precisava falar com ela. Liguei para ela tremendo, contei a história e ela armou que realmente teve uma lha em Umuarama que precisou doar porque era muito nova e não tinha condições de me criar. Foi emocionante, minha mãe chorou e disse que também queria saber de mim”, conta Jackeline.
                                    Em conversa com a mãe, Jackeline descobriu que tinha uma irmã, que também havia sido doada pela mulher, com o nome de Marília Aparecida Borges. “Minha mãe pediu várias vezes perdão para mim e falou que tinha muita vontade de hoje conhecer eu e a outra irmã que ela também entregou para a adoção”, diz a moça. A descoberta da irmã Com as informações coletadas, na noite de terça-feira (14), Jackeline recebeu uma mensagem inesperada. Uma mulher de Xambrê entrou em contato com ela e falou que tinha uma história parecida com a de Jackeline.
                                    A umuaramense conversou com a moradora da cidade vizinha e descobriu que essa mesma mulher havia sido registrada como Marília. “Pedi fotos de quando ela era bebê. Então conversei com a minha mãe, mostrei a foto e ela me falou que parecia muito com a lha que também tinha doado quando bebê”, ressalta Jackeline. Agora, com as informações de quem é sua mãe e sua possível irmã, as três estão tentando se reencontrar após mais de 20 anos. Nesta quinta-feira (16), Jackeline e a mulher de Xambrê se encontraram pela primeira vez.
                                    O plano das duas agora é reencontrar a mãe, após mais de 20 anos. Jackeline ainda não sabe uma data certa para conhecer a mãe pessoalmente, pois precisa de verbas necessárias para viajar até ela, o que no momento, considera inviável. De qualquer forma, a moça já está agradecida pela ajuda das pessoas e por poder conversar com a mulher. “Eu não tenho mágoas da minha mãe, já perdoei ela no meu coração faz tempo. Agora eu só quero ver ela mesmo e tirar essa angústia que me seguia. Tenho um bom convívio com meus pais adotivos e eles apoiaram a minha decisão”, destaca a umuaramense. (Fonte: O bemdito)