sábado, 13 de julho de 2024
VEJA DETALHES 

Buscas por adolescente grávida desaparecida no Paraná entram no 14º dia

20/06/2024
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

As buscas por Isis Victoria Mizerski, adolescente de 17 anos que está grávida e desapareceu no dia 6 de junho em Tibagi, nos Campos Gerais do Paraná, entram no 14º dia nesta quinta-feira (20).

De acordo com as investigações, a jovem sumiu após sair para se encontrar com o vigilante Marcos Vagner de Souza, apontado como pai do bebê que ela está esperando. O homem se entregou à polícia na segunda-feira (17), após passar três dias foragido.

À polícia, ele confirmou que se encontrou com Isis e disse que a deixou em uma vila da cidade, negando ter envolvimento em qualquer crime. De acordo com o delegado Jonas Avelar, o celular do homem aponta que ele esteve no mesmo lugar que a adolescente nos dois dias seguintes ao desaparecimento dela. Relembre detalhes abaixo.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, as buscas já foram finalizadas nas áreas onde o celular da jovem registrou localizações pela última vez.

Agora, o foco são pontos da área rural de Tibagi onde foram feitas denúncias ou apurados indícios da adolescente.

As buscas estão sendo feitas por bombeiros e policiais militares e civis, e contam com o apoio de cães farejadores e drones.

Desaparecimento
A investigação aponta que Isis saiu de casa pouco depois das 18h do dia 6 de junho, em Tibagi, para conversar com Marcos sobre a gravidez.

Segundo familiares, a jovem disse para a irmã e para uma prima que planejava contar à mãe que estava grávida na mesma noite em que sumiu, e que apesar de Marcos querer que ela fizesse um aborto, ela tinha a intenção de ter o bebê.

O delegado Jonas Avelar confirma que Marcos foi a última pessoa a ver a jovem antes dela desaparecer - e se contradisse no primeiro depoimento.

"Alguns prints demonstram que ele estava muito insatisfeito com a gravidez dessa adolescente. Interrogado, Marcos confirmou o encontro, porém alegou que só foi deixá-la na Vila São José [...] e em seguida retornou - mas através da coleta das imagens, foi possível perceber que Marcos demorou em torno de uma hora para retornar", conta Avelar. (Fonte: G1)