sexta-feira, 21 de junho de 2024
VEJA A HISTÓRIA

Homem que morreu em acidente com o neto tinha construído seu próprio caixão no Paraná

05/12/2023
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

O grave acidente que matou avô e neto na rodovia PR-475, em Francisco Beltrão, no sudoeste do Paraná, trouxe também uma história inusitada. O avô tinha construído o seu próprio caixão, há mais de 20 anos, e com ele foi sepultado. Veja abaixo a história do acidente e do caixão.

Na segunda-feira (4) foi registrado um grave acidente na rodovia PR-475, em Francisco Beltrão, sentido ao Verê, envolvendo um Renault/Logan, placas do Verê, que saiu da pista e se chocou contra uma árvore.

A condutora de 48 anos sofreu ferimentos leves, foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada para atendimento médico. O filho dela, Thiago Valandro, 25 anos sofreu ferimentos graves e acabou entrando em óbito no Hospital Regional.

O sogro da condutora e avô de Thiago, Demetrio Valdomiro Valandro, 88 anos morreu no local do acidente. Apesar da tragédia para a família, um fato que ficará marcado é de que o senhor Demétrio, havia fabricado o próprio caixão no ano 2000, na marcenaria que ela possuía.

No ano de 2022 o músico e influenciador digital, Gabriel Pasa, de Dois Vizinhos, contou a história do senhor Demétrio. Ele relatou no vídeo como surgiu a ideia de construir o próprio caixão. Segundo ele, seu filho encontrou um pinhão no terreno da casa e resolveu plantar. Deste pinhão nasceu um pé de pinheiro, que cresceu e ele tirou a madeira para fazer o caixão.

Ele comprou também as vestimentas, terno, camisa, e sapato que ficavam dentro do caixão guardado na casa. A cada dois meses ele abria o caixão limpava e de vez em quando entrava dentro. Isso durou 23 anos, até que ocorreu o acidente que o vitimou fatalmente na segunda-feira.

Um caso inédito e uma história que deverá ser contada e recontada para mostrar que o fato de ter construído o próprio caixão, não estava com pressa de morrer, porém na entrevista em 2022 ele disse que sentia que a sua hora estava se aproximando. Segundo informações de familiares, seu Demétrio foi sepultado no caixão que ele fabricou. Um legado para a família e tristeza da partida prematura do neto Thiago que morreu aos 25 anos. (PP News).