quinta, 19 de setembro de 2019
ARQUITETURA EM FOCO

O que muda depois de morar em uma casa a sua cara?

17/08/2019
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

Hoje, viemos falar daquela vontade que já bateu forte no peito de muita gente: "viver em uma casa a minha cara".
Essa vontade pode até parecer superficial ou inatingível num primeiro momento, mas Freud explica: “se sentir em casa” impacta diretamente em nosso senso de pertencimento e traz uma sensação de aconchego gostosa que reduz o stress e a ansiedade. É por isso que muita gente, na hora de se mudar, diz “quero uma casa a minha cara”.
Aí é que vem a pergunta: o que efetivamente muda quando você mora em um ambiente a sua cara?
Vamos listar 5 coisas que mudam na vida de uma pessoa quando ela mora em uma casa a sua cara.

1. Reunir os amigos faz parte da rotina
A vida é muito mais feliz quando somos rodeados de amigos e pensar em um espaço que comporte tantos amigos quanto você quiser receber em casa faz toda a diferença para o conforto da galera.
Aqui, o desejo da futura moradora deste apartamento era uma sala pensada para receber vários amigos e acomodá-los em pequenos grupos, confortavelmente. A melhor parte é que não foram feitas grandes mudanças no apartamento. Por exemplo, no bar, foi sugerido um adesivo super em conta.

 

 

Esse outro cliente já queria uma sala mais sóbria, com espaço para uma noite cheia de música e dança.

 


2. Cozinhar se torna uma atividade prazerosa
Aprender receitas novas com uma trilha sonora gostosa na casa nova é muito melhor do que cozinhar por obrigação.
Testar uma receita nova do masterchef numa cozinha assim dá até gosto, concorda?

 

 

3. Curtir a sua própria companhia e a sua casa, sem precisar preencher cada minuto de tempo livre
Sabe aquela ansiedade de preencher cada minuto do seu tempo livre? Acaba aqui, quando você mora em um lugar a sua cara, curtir o espaço e a sua própria companhia é uma das melhores programações do final de semana
Se é verdade que uma imagem diz mais que mil palavras, dá uma espiada no antes e depois da transformação desse apartamento alugado e seja sincero: em qual cenário você gostaria de morar – no antes ou depois?

 

 


4.Desenvolver o hobby que você sempre quis e postergou
Cultivar plantas, um cantinho de leitura ou desenho, o espaço do videogame… reservar um espaço para desenvolver seu hobby ajuda a tornar seu tempo livre muito mais confortável e prazeroso!
Uma horta vertical e orgânica sempre foi o sonho desse casal. Por isso, a horta veio logo ao lado da cozinha, de frente para a janela – as plantas recebem iluminação natural e preenchem a área de serviço com muita vida!

 


5. Mais organização e maior senso de responsabilidade
Já dizia o ditado, “quem ama cuida” e quando você gosta da sua casa e sabe que a louça não se lava sozinha, você se torna mais organizado, mantém a casa mais arrumada – e a vida também.
Fora que, quando pensamos na funcionalidade de um ambiente, pensamos em como fazer caber tudo o que você precisa guardar e aí o espaço fica apresentável, sem aquela cara de bagunça.
Em épocas de apartamentos pequenos e cada vez menores, otimização de espaço é essencial.
Aqui, o casal queria um espaço para estudar e trabalhar, uma bancada para as refeições e também a sala de tv, tudo em um ambiente só:

 

 

Por fim, já cantava o Dinho, do Capital Inicial:
“O que você faz quando
Ninguém te vê fazendo
Ou o que você queria fazer
Se ninguém pudesse te ver”


Quando você se sente absolutamente em casa, tem a melhor das liberdades: fazer o que quiser, do jeito que quiser, quando quiser e se sente absolutamente à vontade assim.
Por essas e outras, morar em uma casa a sua cara muda – e muito – a sua rotina e como você se sente ali dentro.
Os ambientes podem ser catalisadores de bem-estar e, por isso, é tão importante que a sua casa seja o seu melhor lugar do mundo

Fonte: http://www.imovelweb.com.br/noticias/