segunda-feira, 20 de maio de 2024
VEJA COMO FOI

Filho de prefeito é assassinado após briga em boate no Paraná, diz polícia

29/04/2023
  • A+ Aumentar Fonte
  • A- Diminuir Fonte

 

Um homem de 45 anos morreu após ser baleado em uma briga em uma boate de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, na noite de quinta-feira (27).

CLIQUE AQUI E RECEBA NOTÍCIAS DO GOIONEWS EM SEU WHATSAPP

Segundo a polícia, ele foi identificado como Jackson José Mendes de Moura, filho de José de Moura, o Zé Quirera, Prefeito de Quitandinha.

Conforme a polícia, Jackson foi baleado nas costas, chegou a ser atendido pelo socorro, mas morreu no local. O dono da boate também foi baleado, mas, segundo a corporação, recebeu atendimento médico e passa bem.

O homem suspeito de atirar no filho do prefeito foi detido pela Guarda Municipal (GM) ainda na noite de quinta. No veículo que ele estava foi encontrada uma arma com cápsulas de balas disparadas.

Ele deve ser autuado em flagrante pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio, de acordo com o delegado responsável pelo caso, Tiago Wladika.

Segundo o delegado, o suspeito e a vítima se conheciam. Antes de irem até a boate, os dois estavam com um grupo de pessoas conhecidas em um bar e chegaram juntos a boate.

Entretanto, no deslocamento entre os estabelecimentos houve um primeiro desentendimento entre vítima e atirador. "No caminho um indivíduo bateu na traseira do outro. Eles chegaram até a boate e tiveram uma discussão", afirmou Wladika. O grupo entrou na boate e, após um tempo, uma confusão iniciou.

"O dono da boate fez um movimento brusco para fechar uma porta e o indivíduo armado fez um disparo contra ele", disse o delegado.

Em seguida, o grupo saiu do estabelecimento e continuou a discussão na área externa, onde houve um tiroteio. Segundo a polícia, Jackson saiu dirigindo o próprio veículo, mas o bateu em um poste e capotou.

A Guarda Municipal foi acionada para verificar a situação como se fosse um acidente de trânsito, mas, ao chegar no local, a equipe percebeu que o homem estava baleado.

Duas pessoas que estavam com a vítima foram levadas à delegacia como testemunhas. A polícia informou que vai ouvir depoimentos dos envolvidos e buscar por imagens de câmeras de segurança que possam ter registrado o tiroteio. (G1 Paraná).